ENÉAS LOUR É ATOR, DRAMATURGO, CENÓGRAFO E DIRETOR TEATRAL

26 de dez de 2009

----------

COMO É BOM VER UM COMENTÁRIO,
QUALQUER QUE SEJA!
----------




 Viver é muito perigoso!
Porque aprender a viver é que é o viver mesmo!

Travessia perigosa é a da vida.

Sertão que se alteia e se abaixa.

O mais difícil não é um ser bom e proceder honesto.
Dificultoso mesmo é saber bem definido o que quer
e ter o poder de ir até o rabo da palavra
para ter isto mesmo que queria, pelo preço que for.

João Guimarães Rosa




25 de dez de 2009



A palavra entusiasmo vem do grego
e significa "ter um deus dentro de si".

A pessoa entusiasmada era aquela
"preenchida" por um dos deuses e por isso
poderia transformar o mundo.

 Segundo os gregos,
só as pessoas entusiasmadas eram capazes
de vencer os desafios do cotidiano,
criar uma realidade ou modificá-la.

Portanto, era preciso entusiasmar-se,
ou seja, "abrigar um deus em si"!

Por isso, as pessoas entusiasmadas
acreditam em si,
agem com serenidade, alegria e firmeza.

E acreditam igualmente nos
outros entusiasmados.

Não é o sucesso que traz o entusiasmo,
é o entusiasmo que traz o sucesso.

O entusiasmo é bem diferente do otimismo.
Otimismo significa
esperar que uma coisa dê certo.
Entusiasmo é acreditar
que é possível fazer dar certo.

----------------- O -----------------

24 de dez de 2009






-------------------- 0 --------------------


"Segue o teu destino ... rega as tuas plantas;
ama as tuas rosas.
O resto é a sombra de árvores alheias"

Fernando Pessoa


-------------------- 0 --------------------



23 de dez de 2009





--------------------

Natureza da gente não cabe em certeza nenhuma.

João Guimarães Rosa


-----------------------



22 de dez de 2009

PALAVRA DO SENHOR

Juntaram-se os dois com Deus : o invejoso e o egoísta.
E Deus lhes disse:
"Darei ao segundo o dobro que o primeiro pedir!"
O invejoso disse ao egoísta:
- Pede tu! ...

O egoísta disse ao invejoso :
- Pede tu primeiro! ...

E nisso ficaram durante horas e dias já que a paciência de Deus é infinita! ...
Então, depois de muito pensar, o egoísta pediu a Deus :
- Fura-me um olho.
----------------------------------------------------------------------

21 de dez de 2009

19 de dez de 2009

18 de dez de 2009


Publicação de Textos Teatrais

O Núcleo de Dramaturgia do SESI Paraná divulgou hoje os textos escritos pelos participantes da Oficina Permanente ministrada por Roberto Alvim que farão parte de uma publicação no início do próximo ano.
Foram selecionados 17 textos, que serão publicados em um box com livros.
São eles:

1. Como se eu fosse o mundo de Paulo Zwolinski
2. Antes do Fim de Marcelo Bourscheid
3. Inverno de Pretto Galiotto
4. A noite se foi ou O celibato do superman de Angélica Rodrigues
5. (em branco) de Patricia Kamis
6. Tempestade de Areia de Patricia Kamis
7. (Você) de Alexandre França
8. Só (a) Você de Humberto Gomes
9. Pequeno Inventário de Impropriedades de Max Reinert
10. Fatia de Guerra de Andrew Knoll
11. Longe de Casa de Eliane Karas
12. A Casa da Praia de Pagu Leal
13. Teia de Douglas Daronco
14. Para Consumo Imediato de Nana Rodrigues
15. Paraíso 46 de Claudia Brito
16. Quantos de Sabrina Lopes
17. Animus de Luciana Narciso
-----------------------------------------------------

17 de dez de 2009

ENÉAS E OS CANTEIROS EM SÃO LUIZ DO PURUNÃ
Help!

When I was younger so much younger than today

Quando eu era jovem, muito mais jovem que hoje

I never needed anybody's help in any way

Eu nunca precisei da ajuda de ninguém em nenhum sentido

But know these days are gone, I'm not so self-assured

E agora esses dias se foram, eu não sou tão seguro assim

Now I find I've changed my mind and opened up the doors

Agora eu acho que mudei minha mente e abri as portas

Help me if you can, I'm feeling down

Ajude-me, se você puder, eu me sinto pra baixo

And I do appreciate your being ´round

E eu aprecio você estar por perto

Help me get my feet back on the ground

Ajude-me, coloque meus pés de volta no chão.

Won't you, please, help me?

Você não vai, por favor, ajudar-me?

OOOOOOOO



De amores llora una rosa,
de amores llora una rosa,

y le sirve de pañuelo
una blanca mariposa

De tanto volar,

sedienta de tanto vuelo,

en un charco de agua clara
la alondra se bebe el cielo...


Para recibir al día,

para recibir al día,

la rosa, niña, se puso un traje de pedrería.

Y tu mirá

se me clava en los ojos como una espá

-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-

De amores chora uma rosa,
de amores chora uma rosa,
e le serve de lenço
uma branca mariposa

De tanto voar,
sedenta de tanto vôo,
em um charco de água clara
a cotovia bebe o céu...

Para receber ao dia,
para receber ao dia,
a pequena rosa vestiu
um traje de pedrarias.

E o seu olhar
Se encrava em meus olhos como uma espada

-------------------------
LOLE Y MANUEL 1976 ("Pasaje del agua"album)

16 de dez de 2009

BLOGS E SITES BACANAS :

http://cartunistasolda.blogspot.com
http://otaviolinhares.blogspot.com
http://aliceruiz.com.br
http://efranbueno.blog.uol.com.br
http://rettamozo.multiply.com
http://www.unidosdobotao.blogspot.com
http://estudosdedramaturgia-parana.blogspot.com


INAUGURAMOS HOJE A COLUNA "SÓ COBRAS DO TEATRO LOCAL" COM A FOTO DE DOIS GRANDES ATORES DE CURITIBA : GILDA ELISA E RANIERI GONZÁLEZ
TODA QUARTA-FEIRA SERÃO PUBLICADAS AQUI FOTOS DOS "COBRAS" DO NOSSO TEATRO.

(Fotomontagem de Enéas Lour com foto da atriz Lala Schneider)

João Luiz Fiani é um grande empreendedor.
Em 1994 construiu e administra até hoje, o primeiro teatro independente do Paraná: o TEATRO LALA SCHNEIDER, que homenageia uma das mais destacadas atrizes paranesnses.
Em 2004, Fiani inaugurou seu segundo teatro, em homenagem a outro dos mais importantes atores do Paraná, a CASA DE TEATRO EDSON D´AVILA.
Fiani merece o nosso mais caloroso APLAUSO!
Enéas Lour

CARTAZ DA PEÇA "TRECENTINA" / 1994
Na foto : Mauro Zanatta / Enéas Lour e Mário Schoemberger

SAUDADES DO MÁRIO SCHOEMBERGER ...

15 de dez de 2009

14 de dez de 2009


José Basso, Enéas Lour e Gilda Elisa Schimanski em cena na peça teatral "A CANTORA CARECA" de Eugenne Ionesco, com direção de Marcelo Marchioro, em 1984, no antigo Teatro da Classe, hoje Teatro José Maria Santos.


Estou de férias.
Isto é: enquanto não tenho emprego fixo, o que deve permanecer assim até março ou abril de 2010, estou escrevendo peças de teatro novas aqui em São Luiz do Purunã e em Curitiba.



Além disso planto canteiros de flores e de verduras e legumes.
Me divirto assim: entre o teclado e o terreno.


Casa do Enéas Lour e da Fátima Ortiz em São Luiz do Purunã.

Antes mesmo de começar a escrever uma peça, a primeira coisa que eu faço é criar o título e o cartaz.
Aí eu fico imaginando que peça seria aquela, com aquele cartaz.
Depois, bem devagar, começam a vir os nomes das personagens.
Faço uma lista e ... de repente (nem sempre, mas, quando "dá certo") ... elas aparecem!
Uma a uma numa fila, elas, as personagens, aparecem.
Põem a cara na porta ou na vidraça da janela e depois vão entrando na página branca e começam a se mostrar para mim.
Às vezes elas tentam me enganar e mentem um monte!
Mas, com o tempo aprendi a decifrar essas mentiras.
Então eu vou despindo as personagens e vestindo nelas as roupas que me parecem ser delas, as falas, as cores, os cacoetes de cada uma, os olhares, os medos, os orgulhos, os desencontros ... até vê-las vir se sentar e tomar café comigo ou fumar um cigarro e conversar sobre o que elas acham de tudo no mundo, ou então, vê-las só se embalar na cadeira de balanço da varanda sem me dizer mais nada.
É bom!



13 de dez de 2009


A minha turma de amigos em 1970 e poucos.
Na foto estão : Hilda Regina, Ana e Margareth Pizolato, Mário Torres (de óculos) Enéas Lour e o Aliceu Montanha Júnior, na Rua Romualdo Baraúna, na Campina do Siqueira, em Curitiba.

Peça teatral de Enéas Lour para dez atores (4H e 6M).
Drama em ato único.




Peça teatral de Enéas Lour para quatro atores (2H e 2M).
Drama em ato único.


Peça teatral de Enéas Lour para 05 atores (3H e 2M)
Drama em ato único.


Peça teatral de Enéas Lour para 07 atores (3H e 4M)
Drama em ato único.