ENÉAS LOUR É ATOR, DRAMATURGO, CENÓGRAFO E DIRETOR TEATRAL

31 de mai de 2010

ELLER RIGBY



“ELEANOR RIGBY” 
(J. Lennon e P. McCartney 66)

INTERPRETAÇÃO DE CÁSSIA ELLER - 1990

Ah, look at all the lonely people! (BIS)
Eleanor Rigby picks up the rice in the church
Where a wedding has been
Lives in a dream
Waits at the window
Wearing a face that she keeps in a jar by the door
Who is it for?
All the lonely people
Where do they all come from?
All the lonely people
Where do they all belong?
Father McKenzie,
writing the words of a sermon
that no one will hear
No one comes near
Look at him working,
darning his socks in the night
when there’s nobody there
What does he care?
All the lonely people
Where do they all come from?
All the lonely people
Where do they all belong?
Ah, look at all the lonely people! (BIS)

Eleanor Rigby died in the church
And was buried along with her name
Nobody came father McKenzie
Wiping the dirt from his hands
as he walks from the grave
No one was save
All the lonely people
Where do they all come from?
All the lonely people
Where do they all belong?


Como é por dentro outra PESSOA



Yamandú Costa - Choro - Escorregando (Nazareth)



A FRASE DA SEMANA PASSADA



SOBREVOAR NO ABRAÇÃO

(clique na imagem para ampliar)



29 de mai de 2010

CAFÉ DO TEATRO 1997

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)


Ranieri González, ?, Monica Placha, ?, ?
Beto Bruel e Alexandre Nero
Marly Gott

Enéas Lour e Alexandre Nero
Marcos Recchia e Áldice Lopes
?, ?  e Rosane Nunes


28 de mai de 2010

SUMMERTIME Manhattan Project - 7 -




LEILA PUGNALONI E OZI


obra de Leila Pugnaloni

Quem disse que stickers (adesivos) e pôsteres 
foram feitos para as ruas 
e que trabalhos de renomados artistas plásticos 
devem ocupar apenas as paredes das galerias? 
A segunda edição do 
"Parede - Festival de Poster Art" do Rio de Janeiro 
quer subverter esses conceitos e discutir novos parâmetros 
sobre o que é cultura, ao misturar artistas de rua e de galeria 
no segundo andar do Centro Cultural Justiça Federal 
(Avenida Rio Branco 241, Centro - 3261-2550)
e também em painéis que tomarão as ruas da cidade 
entre 17 de junho e 8 de julho. 
A artista plástica nascida no Rio e hoje curitibana  
Leila Pugnaloni
é uma das convidadas a cobrir o centro cultural
e a cidade com stickers e pôsteres. 
O mais bacana é que qualquer um 
pode mandar seus trabalhos para participar,
pelo e-mail parede@parede.art.br, até 31 de maio.
Haverá também uma 
exposição individual-retrospectiva de  
OZI 
o grafiteiro de São Paulo 
que é um dos pioneiros em poster art no Brasil.


 Grafite de OZI


26 de mai de 2010

NO PIANO DA PATROA

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMLIAR)



Texto e Músicas: Roberto Bürgel
Direção: Lena Horn

Coreografia: Regina Miranda
Cenário: Natália Lana
Figurino: Nello Marrese
Projeto de Luz: Rogério Wiltgen
Elenco: André Araújo, Doriana Mendes, 
Jorge Lucas, Marcos França, Mareliz Rodrigues,
Marcelo Rezende e Patrícia Costa.
Músicos: Roberto Bürgel (Piano), 
Maria Clara Valle (Violoncelo) 
Batista Jr (Clarinete e Clarone)

LENA HORN

Serviço
NO PIANO DA PATROA
 

Centro Cultural Justiça Federal
Avenida Rio Branco, 241 – Centro RJ
Quartas e Quintas-feiras, às 19 horas
Ingressos: R$ 25 e R$ 12,50
 

ATÉ 10 DE JUNHO


24 de mai de 2010

O TELESCÓPIO


"O TELESCÓPIO - TEMPO E MEMÓRIA"
Texto de Jorge Andrade
D
ireção de Inês Hoffmann
O universo de Jorge Andrade
um dos mais expressivos dramaturgos brasileiros
foi o escolhido pela atriz e diretora Ivone Hoffman 
para levar ao palco do Teatro SESI  (RJ) um elenco 
de 13 alunos formandos da CAL. 
A diretora fez o espetáculo em dois planos 
e num deles incluiu cenas de outros dois textos de Andrade:
Rasto Atrás e A Moratória. 
“Escolhi esse texto porque acho importante 
os alunos exercitarem esse tipo de texto absolutamente realista. 
Tudo se passa num mesmo cenário e o que liga as cenas 
a O Telescópio é a luz e o som. 
Acredito que ficou um espetáculo interessante, 
mas o mais importante é que os jovens atores conheçam 
um clássico da dramaturgia brasileira
- Jorge Andrade -
tão pouco encenado nos dias de hoje”
disse Ivone Hoffman, grande atriz e diretora
que, por muitos anos atuou em Curitiba.


GRAVE MATTERS

O grupo de teatro 
RAZZAMATAZZ
apresenta a peças em inglês 
GRAVE MATTERS.

 
Ingressos R$15,00 (meia entrada)
para terceira idade, estudantes, 
professores de escolas de inglês,  
assinantes da Gazeta do Povo, 
funcionários e familiares das empresas 
que mantém convenio com 
o Teatro Regina Vogue 
e com a Escola de Idiomas - WORDS.
 
 
Mais informações : 
I hope to see you there!!! 

23 de mai de 2010

EU COLECIONO FRASES



TEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPO


TEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPO

 nemtudoéoquepareceser

Enéas Lour


20 de mai de 2010

20 DE MAIO DE 2010

VEM AÍ...


 VEM AÍ TAMBÉM...
(Ai ai ai ...)

Que Mundo! ...

genteboadamaisaltaqualidade


16 de mai de 2010

LENDAS JAPONESAS


                     Lendas  Japonesas                      

Hoje eu sonhei 
com meninos que nascem de pêssegos, 
com tartarugas que nos levam a reinos 
onde o tempo não passa 
e com desenhos que criam vida.
Sonhei também com pessoas 
que perseguem sonhos, 
trilham bravamente o caminho do desconhecido 
e enfrentam seus próprios demônios.
Mais ainda, 
sonhei que eu estava perdida 
em algum lugar entre o encanto e a magia 
onde tudo isso se mesclava 
numa sinfonia primorosamente orquestrada.
Abri meus olhos e continuei a sonhar...
estava na peça Lendas Japonesas.

                    Patrícia Kamis e Preto                
Otsukaresama deshita!
 
BONITO

            LOUR'S           

15 de mai de 2010

GENTEBOADAMAISALTAQUALIDADE

TEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPOTEMPO


(eu coleciono frases largadas na rua)


GENTEBOADAMAISALTAQUALIDADE
GENTEBOADAMAISALTAQUALIDADE

14 de mai de 2010

NÃO CHORES NÃO

O MENINO MALUQUINHO

(clique na imagem para ampliar)

Queridos amigos, 
convido a todos para assistirem 
"O Menino Maluquinho" 
noTeatro Positivo Jardim Ambiental 
espaço que tenho a honra de inaugurar 
neste final de semana. 
A peça ficará em cartaz até o dia 06 de junho.

Será uma alegria tê-los na platéia. 

Com carinho!
Rosy Greca
 

MÁRIO E HÉLIO UM LÁ E OUTRO AQUI



CLIPE DO HÉLIO BARBOSA
GENTE BOA DA MAIS ALTA QUALIDADE
EXCELENTE ATOR E GRANDE HUMORISTA
E MEU AMIGO

 


13 de mai de 2010

CORAÇÃO DE CONGELADOR



A Súbita Companhia de Teatro 
volta ao cartaz com o espetáculo 
CORAÇÃO DE CONGELADOR.

“Por um instante resolveu tirar seu coração do congelador. Tirou.”

 O espetáculo Coração de Congelador busca compreender
 nas relações humanas cotidianas o encontro sutil ou bruto 
entre a dor e o amor. 
Trata-se deste lugar do meio, do entre, onde há amor,
mas ainda assim dói, ou dói porque o amor é demais, 
onde falta amor e dói, onde dói e continua amando, 
enfim, onde convivem dor e amor.

12 de mai de 2010

Este é o cara!
 

AQUECIMENTO GLOBAL


O aquecimento global pode deixar 
até metade do planeta inabitável 
de acordo com um estudo
das universidades de New South Wales, 
na Austrália, 
e de Purdue, nos Estados Unidos, 
que leva em conta os piores cenários 
de modelos climáticos.
O estudo, publicado na última 
edição da revista especializada 
Proceedings of the National 
Academy of Sciences, 
afirma que é provável que  
várias regiões da Terra
estejam sob calor intolerável 
para humanos e outros mamíferos
ainda neste século. 
"Descobrimos que um aquecimento 
médio de 7ºC 
deixaria metade da população mundial
em um ambiente inabitável"
afirmou Peter Huber, 
da universidade de Purdue.




CAMPANHA


(clique nas imagens para ampliar)






9 de mai de 2010

O PALHAÇO FLORZINHA



Fala da personagem Palhaço Florzinha da peça 
"O Gran Circo" de Enéas Lour


FLORZINHA  
Eu sou um sujeito assim, assim.
Sempre fui! ... 
Era Circo, o mundo em que eu vivia, quando era menino! 
... Era Circo! ...
Tinha uma lona grande estendida por todo o céu, 
que de dias era cinza e branca e azul e, de noites, 
bem negra e estrelada era a lona do meu Circo.
E, de tão alto que era o mastro, 
eu tinha nuvens na cabeça!

Nesse mundo eu não tinha pressa, 
não tinha avesso. 
Era tudo de um lado só: de dentro.

Tinha medo. 
Medo eu tinha, de que um dia o Circo 
se desmanchasse e fosse embora pra longe 
e eu ficasse e tivesse que viver sozinho.

Minha mãe dizia e ria : - Avoado!
Meu pai enferruscado, pra minha mãe : 
- Este menino é tonto da cabeça! 
Puxou você! ... Puxou a sua família!...
Sempre achei meu pai um palhaço, com sua farda militar.
Minha mãe era brilhante, mesmo com seu avental.
Eu a via sobre o cavalo
dançando no picadeiro da cozinha.
E eu era o domador dos animais selvagens 
que pulavam por dentro de argolas de fogo!
Eu era o mágico com meus truques no meu quarto!

Minha tia era a mulher barbada que, de feia, 
morreu solteira!

Minha vó 
- era cartomante e benzedeira - 
e sabia de tudo: meu presente, meu passado e meu futuro! 
E ela ria - banguela - com seu cigarrinho de palha, 
até fazer cem anos e voar pro Céu!...

Era o Circo! ...

E no banheiro, era o pavilhão de espelhos 
em que eu me via maior, menor, gordo, esticado, duro...

No porão morava um monstro, Jussara : a Mulher-Gorila!
Que nem gorila não era!
Era a nossa empregada 
- Aparecida - 
que viveu lá em casa, como se fosse da família,
por toda a sua vida fazendo seus chás 
e plantando canteiros de flores.
E ela cantava, com sua voz rouca,
as cantigas de todas as Áfricas.

Eu tinha guardado uns segredos
dos meninos da minha rua.
Mas, não sei como,
descobriram que eu gostava de bonecas.
E eu sofri, com pesadelos!

- Boneca é coisa de menina!

- Florzinha! -  
me chamavam.
E meu pai ficou nervoso. 
Comprou bola oficial de capotão 
e camisa da seleção brasileira pra eu usar dia-e-noite.

Sofri 
- em pesadelos -
até os 14 anos, 
quando começou a nascer minha barba.
Deixei crescer o bigode e me promovi: 
Agora eu era o Apresentador!
Fiz cartola, passei sabonete no cabelo penteado 
e arranjei uma namorada!...

Na verdade, minha prima 
- Sueli! -
Linda, linda, linda! 
Com seus olhos de azeitona, 
seu minúsculo par de seios e seus enormes joelhos!
Sueli foi minha deusa!
No meu Circo ela era um anjo azul, 
uma Marlene Dietrich! ... Uma Marilyn Monroe!

Depois fiz vinte anos e meu pai morreu, 
de enfarto do miocárdio,
dois meses depois que eu entrei para o Circo!

Pintei a cara de branco,
pus meu nariz e meu chapéu
e virei quem sou hoje: 
O Palhaço Florzinha!



7 de mai de 2010

O GRANDE ELEFANTE BRANCO



VEM AÍ O NOVO GOVERNADOR...

TRÊS SEX


TRÊS quase SEXagenários 
BETO GUIZ / BETO BRUEL e ENÉAS LOUR
(Diretor de Fotografia da Soft Vídeo / Diretor Presisente de Tamanduá Iluminação e eu)


6 de mai de 2010

KAFKA E O SAL DA TERRA



DE HOJE ATÉ O FINAL DO MÊS DE MAIO
NO TEATRO JOSÉ MARIA SANTOS
R. 13 DE MAIO, 655

ESPETÁCULO VENCEDOR DO
TROFÉU GRALHA AZUL / 2009

TEXTO E DIREÇÃO DE EDSON BUENO

------------------------
HOJE
NO HALL DE LIVRARIAS CURITIBA
NO SHOPPING ESTAÇÃO
ÀS 19:30 HORAS
LANÇAMENTO DO DVD DO FILME
"O SAL DA TERRA"


(CLIQUE ABAIXO PARA ASSISTIR AO TEASER DO FILME "O SAL DA TERRA")

 
ELENCO
EDSON ROCHA / ENÉAS LOUR
CHRISTIANE MACEDO / LALA SCHNEIDER / CRISTINA PEREIRA
LUTHERO ALMEIDA / EMÍLIO DE MELLO
ÊNIO CARVALHO / DIEGO KOZIEVITCH