ENÉAS LOUR É ATOR, DRAMATURGO, CENÓGRAFO E DIRETOR TEATRAL

25 de mar de 2011

Novidades na E-Paraná


Uma nova fase começa
na Rádio e TV Educativa do Paraná,
agora conhecida como E-Paraná.

A partir desta segunda-feira, dia 28,
serão inaugurados dois telejornais
– É-Manhã e É-Paraná -
e acontecem mudanças estruturais
na grade de programação das rádios AM e FM.

O presidente da emissora, Paulo Vitola,
explica que os principais objetivos destas transformações
são democratizar as informações,
atrair o formador de opinião
para discutir os assuntos cotidianos e contribuir
para a promoção social dos paranaenses.

O É-Manhã terá inicialmente meia hora de duração,
de segunda a sexta-feira, das 8h às 8h30.
O programa será apresentado pelas jornalistas
Cláudia Queiroz e Simone Giacometti.
A linha editorial prevê um conteúdo leve
e com as principais informações do dia,
como serviços, qualidade de vida e saúde,
com quadros fixos.

No programa matinal, ao longo da semana
haverá um quadro de serviço, com cinco minutos,
que a cada dia vai abordar um tema diferente
de oportunidade de emprego até a divulgação cultural.
O telejornal É-Paraná vai ser exibido ao vivo,
de segunda a sexta-feira, sempre das 19h45 às 20h15.
A apresentação será feita pelos jornalistas
Rodrigo Leite e Maria Guida
e traz no seu conceito uma análise
do cotidiano com consistência.

Diariamente o telejornal vai trazer
como assunto principal um tema
ligado aos grandes desafios sociais da atualidade.
A partir do tema escolhido vai
se desenrolar toda a edição do dia.

No final do jornal serão apresentados dois quadros fixos:
“Eu Faço a diferença”
- mostrando iniciativas na construção de um mundo melhor –
e “Crônica”
que fará a apresentação de um texto,
criado por uma personalidade paranaense,
mostrado com edição de imagens
referentes ao assunto abordado.

Para Vítola,
essa é a continuidade de um projeto
que começou desde o início do ano.

“Nossa idéia é criar uma identidade própria para a TV
e as emissoras de rádio, sempre pautando
jornalismo de qualidade e com profundidade.
O jornalismo da É Paraná vai fomentar
a diversidade cultural do Estado
e promover a participação popular”, finaliza.

Nenhum comentário: