ENÉAS LOUR É ATOR, DRAMATURGO, CENÓGRAFO E DIRETOR TEATRAL

17 de abr de 2010

DORES E ZELOS



Dores e zelos

 Machucou a minha pele
verteu sangue de meus cortes
alisou minhas feridas
me deixou nua na noite.

Inventou fontes e barcos,
falou de lutas que não sei
montou cavalos voadores
correu estradas do sem-fim.

Bebeu água dos meus rios
mordeu frutos latejantes
chupou uvas e amoras
e cansado adormeceu.


Poema de Zeca Corrêa Leite
(Ilustração de Enéas Lour)

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

Nenhum comentário: